Microbiota e o cérebro

 Artigo escrito pela italiana Dra. Letizia Brenardi – Naturopata, especializada em Bioterapia Nutricional

human-brainO eixo cérebro-intestinal permite a comunicação bidirecional entre o sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso entérico (SNE) que está localizado no intestino. Um trabalho experimental recente desenvolvido por um grupo de especialistas convocados pela Associação Científica Internacional debateram sobre o papel das bactérias intestinais e sobre a função cerebral e suas implicações para a ciência do uso de probióticos e prebióticos.

Peritos examinaram e discutiram os dados atualmente disponíveis do papel da flora intestinal sobre a função das células epiteliais, na motilidade gastrointestinal, sensibilidade visceral, percepção e comportamento. Os dados, em grande parte, recolhidos a partir de estudos em animais, sugerem que as interações entre a flora intestinal, não só influem no sistema nervoso entérico, mas também no sistema nervoso central, através das vias neurais, no sistema neuroendócrino e neuroimune.

A colonização microbiana afetou o desenvolvimento do cérebro do mamífero nos primeiros anos de vida e, subseqüentemente, o comportamento na idade adulta. Estes resultados fornecem idéias inovadoras para um melhor entendimento do papel potencial das comunidades microbianas intestinais sobre distúrbios psicológicos, em particular no domínio da co-morbilidade psicológica associada a distúrbios intestinais funcionais, e oferece a oportunidade de entender novas oportunidades terapêuticas através de suplementos de pró e prebióticos.

Mais informações: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23208605

Sem comentário ainda

Deixe uma resposta